quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Adole-essência.

Devo à minha mãe o maior prêmio que tem,por pregar a mim a maior peça de todas, ao me dizer,em meio aos meus soluços:
"Adolescência é fácil e passa rápido..."
Ai mãezinha quem me dera isso ser realidade.Ríspida e dramática essa tal de adolescência,é tudo um turbilhão de sentimentos.Parece fácil vendo de longe,mas estando aqui no meio de tamanha informação,tanta gente entrando e saindo da própria vida,deixa a gente meio confuso.
É uma incerteza que vive atrás de mim,tudo o que eu tenho hoje posso não ter amanhã,tudo que parecia amigável e estável pode não ser a realidade.É tanta mudança e brigas,isso mesmo,brigas comigo mesma.Maldito é esse "eu" que não se decidi o que quer,o que é e o que quer ser.Maldito, por que tem medo e ao mesmo tempo que tem medo, tem coragem.Mas se cala ao ter que falar de si próprio e do que tem dentro de si.Me sinto como lagarta em casulo se preparando pra virar borboleta.
Maldita lagarta medrosa,essa que sinto dentro de mim.De maneira alguma quero ser borboleta pela metade,mas que dor me dá ficar nesse casulo.
Lágrima boba essa que escorre gelada e solitária entre meu rosto,em pensar em tudo que é incerto na minha vida,errônea menina que não passou por nada tão marcante e já tem medo do futuro.
"Aguenta firme meu anjo,que eu estou contigo até sair desse casulo." sussurra minha mãe em quanto seca minhas lágrimas de pura insegurança.


27.09.12

2 comentários:

  1. Oi, menina! Vi que, de repente, surgiu mais uma seguidora do meu blog há uns meses sem atualização (faculdade é um monstrinho que exige todo o seu tempo), e fiquei muito curiosa! Vim parar aqui e já adorei esse texto. Posso colar aqui um dos meus trechos preferidos? Posso!
    "Maldita lagarta medrosa,essa que sinto dentro de mim.De maneira alguma quero ser borboleta pela metade,mas que dor me dá ficar nesse casulo."
    Esse lance da adolescência é totalmente válido, é uma fase conturbada, se você não é nenhum vegetal. Porque todo mundo passa pelas reviravoltas da adolescência e, na maioria das vezes, o percurso nãe é nada fácil mesmo. Mas é essencial que seja assim! Em outubro, eu completo 19 anos, então já faz um tempinho assim que não estou mais entre os adolescentes, mas as coisas não ficam menos malucas. Na verdade, elas podem ficar até um pouco mais bagunçadas! Mas relaxa, a gente dá conta hehehehe.
    Bom, moça, eu adorei seu blog, vou vir por aqui mais vezes, com certeza, até porque, de cara, já gostei muito dessa coisa toda poética que é a mensagem do teu perfil. Curti.
    Um beijo!
    Obrigada por seguir! (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá guria! Fico feliz que tenha visitada aqui e gostado. Mantenho "as portas abertas" para quando quiser voltar.
      E que verdade é essa de adolescência ser complicada hein,tenho 15 e ainda tenho alguns anos conturbados a minha frente. hahah
      Apareça quando quiser,muito obrigada. Beijo!

      Excluir