sábado, 22 de dezembro de 2012

Anjo meu.


Eu revi fotos e chorei.Mas chorei muito. Chorei por sentir falta do que ainda é meu.Falta por que não vejo a pessoa a alguns mínimos dias.E mesmo assim faz tanta falta.Por que essa pessoa é minha, mas é à distância, e essa distância é de 30 minutos,de só alguns bairros ,de um ônibus, de uma mensagem,de uma ligação! Eu imagino que mesmo sendo amigas dói tanto ficar longe dela,imagine só se um dia eu parar de ser amiga da minha menina? Meu coração não aguenta e chora mais um pouco. Creio que todos têm amigos ótimos, mas vocês não conhecem a minha.Ah, não mesmo. A minha branca não é ótima,ela é mais do que isso. É indecifrável o valor dela. O desespero me visita toda vez que lembro que estamos sujeitas a nos afastar para sempre,quanta dor que invade meu coração ao pensar que minha analista não estará ao meu lado nos meus momentos de crise de todos os meses. Quem mais nesse mundão de Deus poderia me escutar por longas horas sem reclamar, rir de todas as minhas piadas ou me aguentar na canguta? Ninguém nesse mundo,ninguém!! Fomos feitas para sermos amigas, sempre digo, existe algum motivo para sermos amigas e agora eu sei que é pra mim saber o que é Anjo de verdade, o que é amigo que vira irmão, o que é companheirismo. Minhas lágrimas nas madrugas antes de dormir nunca mais foram roladas rosto abaixo sem que tivesse alguém comigo dizendo que tudo tem o seu tempo e que eu receberei coisas grandes.Nenhum medo de ficar solteira pra sempre foi sentido sozinha,sempre tinha uma branquela me fazendo alguma piada pra rir no meio do choro..
Eu não quero me afastar dela, nunca na minha vida. Nunquinha. Eu não quero deixar de apresentar ela pro meu namorado,nem quero deixar de fazer com que os meus filhos fiquem amigos dos filhos dela e não quero deixar de andar de bengala em cima de um long pelo centro na madrugada. Eu quero ter ela todo tempo, pra rir do meu medo de aranha, pra ficar comigo me contando as partes dos filmes de terror em quanto as minhas mãos cobrem o meu rosto. Quero-a por que não compreenderia certos momentos que me encontro no deserto, tão bem como ela me explica. Quero-a por que ninguém mais me ensina sobre o Senhor como ela, e por que ninguém entenderia tão bem quanto ela como é ótimo ficar na cama o dia todo e levantar apenas para se alimentar.
Meu Deus só pode ser alguém enviado por ti pra me aguentar por horas trancada em um quarto de um retiro,chorando nos braços dela por horas sem dizer uma só palavra! Eu não tenho palavras pra explicar a vocês o quanto essa minha branca representa pra mim, o quanto eu choro por sentir falta dela ou por pensar que estamos brigadas mas na verdade estamos mais unidas do que nunca. Eu sei que não foi em vão que entramos uma no caminho da outra, eu nunca passei por tantas coisas difíceis como passei desde que conheci ela, mas todas essas coisas difíceis encarei com mais força,com mais fé e com mais um apoio desde que ela chegou.Ela sabe, e como sabe, que eu nunca fui muito boa com auto-estima, e como eu não contava muito as coisas para os outros, até ela chegar e me fazer despejar centenas de informações sem medo.
E esse pequeno texto que não tem um terço do que eu sinto por ela,e foi escrito por que meu coração tá se sentindo tão pequeno pro tamanho da saudade, e também do desespero em que eu me encontro por pensar que eu poderia perde-la.
Queria deixar esclarecido entre essas linhas que todo o meu 'eu' é cheio de pedacinhos dela,que ele é inteiramente amor e admiração pela minha branca. E após escrever aqui atras de várias lágrimas derramadas no teclado,de rios de lágrimas e de aperto, deixo a ela o meu eterno amor. Como ela mesma disse "Já sinto tanto sua falta, antes você estava a 30 minutos e agora você está a 10 horas de mim.", vou esperar ela aqui no lugar que eu sei que ela adora estar e provavelmente o mesmo lugar que ela se encontra agora na casa do pai dela, na cama.Vou esperar ela pra gente passar outros centenas de finais de semana se matando de dar risada em quanto se mata tentando fazer cócegas ou um COMBO. Amo-a como se fosse uma parte minha, a minha pequena nega branca. Pra quem não se gostava, o meu amor por ti é inabalável. 

22.12.12
Obs:Texto escrito em prantos,por que só poderei vê-la no dia 9 de janeiro! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário