domingo, 7 de abril de 2013

Câmera, luz e ação.


"an.. Oi? Ta gravando? Ah! Ok,obrigada.
Me colocaram nessa sinuca de bico pra falar sobre a vida.Eu repeti que não sabia o que dizer e me encurralaram pra ficar diante dessa lente e falar. Então,desculpem se algo que eu comentar não fizer sentido, é que eu também não faço.
Eu recebi a notícia de que eu deveria falar sobre a vida ontem a noite e devo dizer que não dormi mais do que duas horas, de tão nervosa.Formulei textos,criei poesia,pensei até em fazer música, mas percebi que eu não saberia dizer nada sobre a vida de nenhuma forma.
Olha vou ser sincera, eu sei falar sobre a vida. Mas sei falar da minha. Como eu posso falar da vida se nem terminei de viver uma? Eu passaria horas falando da vida, mas da minha vida.
Eu sei, eu tenho 21 anos, sou formada em Biologia, e não sei falar da vida? "Fala qualquer bobagem sobre espermatozoide (...)fala de células" Que mania que muita gente tem de achar que a vida é isso, é nascer. 
Ou pior,achar que vida é aquelas fotos de pessoas pulando em frente ao por do sol na praia,de um casal de velhinhos apaixonados,de criança com cachorro...
Olha, não estou dizendo que vida não é isso,claro que é.Mas parece que tudo se resume a isto,a belas imagens. Mas eu sei que você que me escuta sabe que sua vida não é assim. Vida é filho morrendo antes do pai,é floresta sendo queimada,é dar o primeiro beijo atrás dos pátios do colégio,é cortar o cabelo e não gostar,é trabalho novo,é brigar com os pais,é perder dinheiro,comprar algo que não precisa,sair pra beber com os amigos,é bater o mindinho no sofá,comer  pizza no final de semana,é perder horas na internet,sensacionalismo na TV ,é chuva antes de ir trabalhar,é preguiça no domingo...
Enfim, isso sim é vida, e é a minha vida. E é disso que eu sei falar. Tanta gente vivendo outras vidas e como eu,tão virgem das aventuras que ainda me esperam, posso falar de vida pra alguém?
Eu vou ser demitida depois desse vídeo,vocês já devem estar imaginando. Mas eu também não gostava daqui, e isso também é parte da vida,da  minha, é não gostar do emprego.
Eu nem sei quem é você e nem que vida você tem,ou quantas vidas já teve. Mas um conselho é escrever e falar da própria vida, fala pro vizinho,pro jornaleiro,fala com o espelho. Mas fala.Ouve o que tu tem pra falar de ti mesmo, e não vai na onda da vida dos outros. Por que eles falam das vidas deles,não podem falar da vida sem saber o que cada um viveu.
Até que ponto você vive o que dizem que é viver? Viver não é mar de rosas,não é estar feliz o tempo todo. Não mesmo,vai lá chora,fecha essa cara, briga com alguém. Pode sim, quem disse que tem que ficar sorrindo o tempo todo? "Ah revista disse que quem ri vive melhor." Estou pouco me lixando.
Emburra aí,fica de bico. VIVE UM POUCO. Ninguém sabe por que você ta bravo pra te dar um conselho como aquele.
Nem se preocupe em achar namorado antes dos 25,o que é que sua avó sabe sobre a sua vontade de ser livre? Nada, ela sabe é da vida dela que com 18 já tinha filhos. E você,claro, não sabe nada dessa vida.
Pra mim,viver é assim, é fazer o que quero e o que não quero, não é só questão de escolhas, é de acatar ordens também. Vida é uma coisa bonita, mas é difícil pra caramba. 
Enfim, como eu te disse, não fica só escutando o que os outros dizem da vida. Eles só sabem daquilo que viveram, não sabe do que viveu não. E nem escute a mim, por que eu sei só do que vivi, e é disso que falei. Isso pode nem fazer sentido pra sua vida. Tire suas próprias conclusões.
Tchau!!!
Ei Zé, como é que desliga esse troço? É pra apertar no botãozinho vermelho? Epa.. acho que mexi em alguma coisa,vem cá Zé."